Calorão: vendas de ar-condicionado e ventiladores disparam até 110%

Calorão: vendas de ar-condicionado e ventiladores disparam até 110%

Matéria publicada em: O GLOBO

Destaque é para a região Sul, que enfrenta uma onda anormal de altas temperaturas

RIO — As temperaturas elevadas no verão provocaram uma corrida às lojas e sites em busca de soluções para amenizar o calorão. Varejistas de diferentes perfis registram altas de 60% a 110% nas vendas de condicionadores de ar e ventiladores. Somente nos primeiros 18 dias de janeiro, o e-commerce como um todo teve um aumento de 10% no faturamento com estes itens, de acordo com levantamento da Neotrust, especializada no acompanhamento de vendas on-line, feito a pedido do GLOBO.

Mas, se o ambiente refrigerado a 23 graus ainda é um sonho distante do orçamento, para muitos, o jeito é recorrer ao ventilador, em busca de algum refresco. O comércio de ventiladores registrou alta de 19% no período, de acordo com a Neotrust, amparado pelo crescimento do home office em razão da Ômicron.

—As pessoas passaram a trabalhar em casa e, muitas delas, tiveram a necessidade de ter um ambiente menos quente — diz Paulina Gonçalves, head de Inteligência da Neotrust. (…)

Você pode acessar essa matéria completa clicando no botão abaixo: